Porto Open 2015: resumo do primeiro dia

Porto Open 2015: resumo do primeiro dia

Começou oficialmente o Porto Open 2015. Os encontros da fase de qualificação para o quadro principal, que este ano conta com um prize money de 15.000$, tiveram início hoje de manhã.

Por volta das 9h30, os seis courts do Clube de Ténis do Porto encheram-se de jogadores dispostos a lutar por um lugar na próxima fase do qualifying. A Gonçalo Falcão e Afonso Portugal coube a responsabilidade de bater a primeira bola do dia, sendo que, no final, foi Falcão quem venceu por duplo 6-1.

Entretanto, os portugueses António Sabugueiro, Faria Carvalho e Von Hafe Perez triunfaram perante Fernando Moreira, Leote Prata e Couceiro da Costa Guerra, respectivamente. Nos outros encontros da primeira “rodada”, o alemão Andreas Mies ganhou a Maxence Barbosa por 6-2 e 6-0 e o espanhol Dias Freire afastou Kevyan Nematzadeh (Bélgica) pelos parciais de 6-3 7-6 [3].

Mais tarde, Artur Completo, 2º cabeça de série, passou à fase seguinte por walkover de Alexandre Meireles. João Marques afastou Pedro Barosa (6-2 e 6-1), Diogo Lourenço bateu Bernardo Roque (6-1, 6-2) e José Campos eliminou Julian Contzen (6-3 e 6-0), dando continuidade à boa prestação dos portugueses no “qualy”.

Já na parte da tarde, o 6º cabeça de série, Jose-Ricardo Nunes, venceu o embate com Nuno Teixeira pelos parciais finais de 6-2 e 6-3, Felipe Cunha e Silva levou a melhor sobre Hugo Moreira por 6-0 e 6-2. Depois, Afonso Cortez perdeu por 1-6, 6-4 e 3-6 para o brasileiro Pedro Rodrigues, enquanto Ricardo Moreira foi eliminado pelo polaco B. Wojnar, por duplo 6-0.

Os portugueses Eduardo Cabral, Francisco Faria, João António, Miguel Semedo, Tomás Almeida, Manuel Almeida, Sebastião Vilas, Luís Faria e João Carvalho também triunfaram nos respectivos encontros da 1º ronda. Destaque para o jovem Afonso Vaz Viana, de 15 anos, que “fez cair” um dos cabeças-de-série, Miguel Deus, pelos parciais finais de 6-3 e 6-4. Numa reviravolta bem conseguida, Bruno Pedrosa bateu o espanhol Espinosa Muller por 5-7, 6-1 e 6-3.

De resto, o japonês Yamada bateu Nathan Lavanchy e o espanhol Canas Garcia derrotaram  os seus adversários por duplo 6-2 e duplo 6-0, respectivamente. No court central, já no final do dia, Poncelet (BEL), Mazon-Hernandez e Canas Garcia (ESP) também se qualificaram para a próxima ronda.

Vinte e três portugueses na 2ª ronda do qualifying

Amanhã de manhã, a partir das 9h30, serão disputados os encontros relativos à 2ª ronda do “qualifying” para o Porto Open 2015. Destaque para o regresso de Vasco Mensurado, após lesão prolongada, para um embate contra Von Hafe Perez. O CT Porto será também palco dos encontros entre Diogo Lourenço e Felipe Cunha e Silva, do espanhol Diaz Freire contra o 10º cabeça-de-série, João Marques, e Tomás Almeida irá medir forças com o alemão Robin Lang.

Relembre-se que a fase de qualificação do Porto Open 2015 decorrerá até ao próximo domingo, dia 11 de Outubro, no Clube de Ténis do Porto.

PORTO OPEN – Campeonatos Internacionais de Portugal: a prova internacional de ténis da cidade do Porto, inscrita na ITF Women's World Tennis Tour (International Tennis Federation) e no ATP Challenger Tour pela Associação de Ténis do Porto e realizada no Complexo Desportivo Monte Aventino, em parceria com a Federação Portuguesa de Ténis, e com o especial apoio da Ágora Porto - Município do Porto.
Rua do Monte Aventino, 4350 - 233 Porto