Gastão Elias vence Nuno Borges na final do Porto Open 2020

Gastão Elias vence Nuno Borges na final do Porto Open 2020

Este domingo, dia decisivo do Porto Open 2020, foi uma autêntica montanha-russa de emoções. Na 21ª edição do evento, e pela primeira vez na sua história, três tenistas lusos chegaram às finais de singulares.

A primeira final masculina 100% portuguesa desde 2014 – quando Fred Gil venceu Frederico Silva – opôs Gastão Elias a Nuno Borges no início desta tarde. Muito concentrados, os protagonistas da grande final começaram o embate de forma pausada, com Gastão Elias a ser mais consistente e a aproveitar alguns erros não forçados do jovem maiato para se colocar na frente do marcador, segurando depois a vantagem e culminando a vitória no set inaugural com mais um break-point.

O segundo parcial foi similar ao primeiro, no entanto, Nuno Borges ainda tentou voltar à disputa pelo título do Porto Open quando conseguiu recuperar um break de atraso para o 2-2. Seria este o último fôlego do jovem de 23 anos, que logo de seguida viria a ceder novo break perante um Gastão Elias muito concentrado e cuja experiência foi fulcral para fechar a partida em menos de uma hora e meia. Com uma vitória por duplo 6-3, estava assim confirmada a ‘desforra’ pela derrota sofrida perante Borges, há duas semanas, na final do M15 de Sintra.

Gastão Elias, ex-número 27 ATP, estreia-se assim no Porto Open da melhor forma e sucede a Pablo Vivero-Gonzalez do torneio internacional de ténis da Invicta. Junta-se também a um lote restrito de tenistas lusos a vencer o torneio na variante de singulares: Leonardo Tavares, Fred Gil e mais recentemente João Monteiro, em 2017, o último português a sagrar-se campeão do torneio.

Quanto a Nuno Borges, é caso para dizer que “ainda não foi desta”. Vice-campeão do Porto Open há dois anos, nos courts do CT Porto, o maiato continua a pouco e pouco a afirmar-se com um dos mais promissores tenistas nacionais.

 

Jamie Loeb/Ana Sanchez Palau triunfam na variante de pares

A norte-americana Loeb e a mexicana Palau uniram forças para disputar a variante de pares femininos deste Porto Open e despedem-se da Invicta com a conquista do troféu.

Na final, Palau/Loeb bateram Jana Fett, da Croácia, e Erin Routliffe da Nova Zelândia pelos parciais de 2-6, 6-3 [10-8], num confronto que havia começado ontem ao final da tarde, mas que viria a ser interrompido devido à chuva.

 

 

PORTO OPEN – Campeonatos Internacionais de Portugal: a prova internacional da cidade do Porto, inscrita na ITF (International Tennis Federation) pela Associação de Ténis do Porto e realizada no Complexo Desportivo Monte Aventino, em parceria com a Ágora Porto, e com o especial apoio do Município do Porto.
Rua do Monte Aventino, 4350 - 233 Porto