Duplas Orlando Luz/Felipe Meligeni e Gonzalez/Pigossi conquistam troféus de pares

Duplas Orlando Luz/Felipe Meligeni e Gonzalez/Pigossi conquistam troféus de pares

Disputaram-se, ao longo da tarde de hoje, os derradeiros confrontos dos quadros da variante de pares da 19ª edição do Porto Open, no Court Central do Clube de Ténis do Porto.

Ao início da tarde, as duplas compostas por Cristina Bucsa (ESP)/Ramu Ueda (JPN) e Montserrat Gonzalez (PAR)/Laura Pigossi (BRA) defrontaram-se na final do quadro feminino da variante de pares.

Com um bom entendimento dentro do court, o par sul-americano controlou de forma inequívoca a partida, mostrando o porquê de possuírem o estatuto de cabeças-de-série nº 3 do quadro. Aliás, este já é o segundo título de pares conquistado pela dupla Gonzalez/Pigossi este ano, tendo arrecadado o $15.000 de Hammamet.

Perante Bucsa e Ueda, Gonzalez/Pigossi não tremeram e venceram pelos parciais de 7-5 e 6-0, sucedendo, assim, a Emily Arbuthnott/Emilie Francati como campeãs de pares do Porto Open.

 

Na final masculina, um representante português: Fred Gil, ele que já demarcou o seu nome na história do evento e até já tinha vencido nesta variante por duas vezes, em 2014 e 2016. Mas, para tristeza do público que preencheu as bancadas do Clube de Ténis do Porto, desta feita a história foi diferente.

Apesar de ter começado bem o encontro, a dupla composta por Gil e o austríaco David Pichler, que combinava na perfeição experiência com talento jovem, não conseguiu impedir o ímpeto dos brasileiros Orlando Luz e Felipe Meligeni e cedeu logo no 1º set por 7-5.

O segundo set trouxe mais concentração e harmonia no jogo de Pichler/Gil, que aproveitaram para levar o embate para o supertiebreak. No entanto, Luz e Meligeni ainda tinha reservas para dobrar os seus adversários, conquistando, com justiça, o almejado título.

Para amanhã ficam reservados os encontros decisivos dos quadros de singulares. Pelas 11h da manhã, no Court Central do Clube de Ténis do Porto, Cristina Bucsa defronta Jil Teichmann e, não antes das 15h, também no Court Central, o português Nuno Borges vai tentar suceder a João Monteiro como campeão do Porto Open, enfrentando o húngaro Mate Valkusz.

A entrada no Clube de Ténis do Porto para ver jogar algumas das maiores promessas nacionais e internacionais do ténis terá um custo de três euros.

PORTO OPEN – Campeonatos Internacionais de Portugal: a prova internacional de ténis da cidade do Porto, inscrita na ITF Women's World Tennis Tour (International Tennis Federation) e no ATP Challenger Tour pela Associação de Ténis do Porto e realizada no Complexo Desportivo Monte Aventino, em parceria com a Federação Portuguesa de Ténis, e com o especial apoio da Ágora Porto - Município do Porto.
Rua do Monte Aventino, 4350 - 233 Porto