Maria João Koehler Determinada a Entrar no Quadro

Maria João Koehler Determinada a Entrar no Quadro

A jogar em casa, no clube onde bateu as primeiras bolas e aprendeu a jogar a modalidade que escolheu como destino de vida, a portuense Maria João Koehler iniciou da melhor maneira a sua participação no Porto Open, ao defrontar e vencer a japonesa Natsuho Arakawa, em apenas dois sets, pelos parciais de 6-4 e 6- 0. Amanhã, pelas 11 horas, Koehler terá que ultrapassar a italiana Verena Meliss que derrotou a suíça Annabel Schoen, por 6-1 e 6- 3. A também portuguesa, Sara Lança, não conseguiu encontrar argumentos para superar a japonesa Ramu Ueda, despedindo-se precocemente da cidade invicta. Ueda venceu por esclarecedores 6-0 e 6-2. Aliás, será apenas Mary Jo a tentar entrar no quadro. Cláudia Gaspar, Daniella Silva, Joana Baptista, Sara Neto, Rita Pedroso e Barbara Balancho, ficaram todas pelo caminho.

Na prova masculina, o brasileiro Eduardo Ribeiro voltou a destacar-se pela positiva. Depois de ter eliminado o primeiro favorito do qualifying, o espanhol Rafael Mazon-Hernandez, hoje voltou a deixar pelo caminho outro tenista do país vizinho, Bruno Pujol Navarro, por 3-6, 6-0 e 6-2. Amanhã decide com o portuense Manuel Gonçalves o acesso ao quadro principal.

Relativamente ao contingente português, Afonso Portugal derrotou Bernardo Teixeira (6-3 e 6-2) e disputa com o britânico Dan Dowson, segundo cabeça-de-série do “qualy”, a entrada no lote dos melhores, o mesmo acontecendo com Pedro Vide, que ultrapassou o australiano Marko Jovanovic, batendo-o por 6-4, 2- 6 e 7-5, mas, certa é a qualificação de um tenista português: Fábio Coelho ou Henrique Petiz. O primeiro esteve muito bem ao eliminar o belga Victor Poncelet, sexto favorito, por 3-6, 6-0 e 6-2. Petiz, defrontou e bateu o brasileiro Vinucius Saleme, por 6-1 e 6- 0. Amanhã defrontam-se no terceiro encontro do court n. 1 do Clube de Ténis do Porto.

A 19ª edição daquele que é o maior evento de ténis da cidade do Porto, que este ano conta com um incremento do prémio monetário (50 mil dólares a dividir pelas provas feminina e masculina), joga-se, uma vez mais, no mítico Clube de Ténis do Porto, até ao dia 29 de Julho.

PORTO OPEN – Campeonatos Internacionais de Portugala prova internacional da cidade do Porto, inscrita na ITF (International Tennis Federation) pela Associação de Ténis do Porto, que organiza no Clube de Ténis do Porto, em parceria com da Porto Lazer, em e com o especial apoio do Município do Porto.
Contacto: 225 028 506
4050-227 - Porto
Rua Damião de Góis 405