Cristina Bucsa vence Porto Open 2018

Cristina Bucsa vence Porto Open 2018

A espanhola iniciou a campanha na fase de qualificação e só descansou quando o troféu lhe foi colocado nas mãos

 

O desfecho do quadro feminino de singulares da 19ª edição do Porto Open assumiu contornos épicos. Numa final que opunha duas realidades aparentemente bastante distintas, venceu a concentração, simplicidade e a consistência. Venceu também o espetáculo.

Jil Teichmann, suiça actualmente na 168ª posição da hierarquia mundial e principal favorita à vitória no quadro, enfrentava Cristina Bucsa, uma espanhola de origem moldava que ocupa um modesto 609º lugar no ranking e que se apurou para a prova principal do torneio através da fase de qualificação. No papel, a taça estava praticamente entregue. Na realidade, e como já muitos suspeitavam, a história acabou por não ser bem assim.

O início do encontro foi muito, muito disputado, as atletas entraram focadas mas cientes de que, à mínima falha, o set poderia ser entregue. A primeira a ceder um jogo de serviço foi mesmo a espanhola, na única altura do embate em que pareceu perder um pouco a concentração e mostrando uma certa displicência, embora que de uma forma muito subtil.

Aliás, a resposta veio logo no jogo de serviço seguinte da suiça. Bucsa foi atrás do resultado, e insistindo no lado mais forte da adversária, o esquerdo, seguido de uma rápida inversão para a direita, conseguiu recuperar o break perdido na altura certa.

No tiebreak que decidiu o primeiro parcial, a jovem de 20 anos revelou-se mais consistente e concentrada, apesar dos melhores recursos de Jil Teichmann, arrebatando para si a preciosa vantagem.

A tenista suiça de 21 anos partiu para o 2º set física e mentalmente mais debilitada. O seu jogo perdeu o fulgor e o embate seguiu esse mesmo rumo. O resto do encontro teve apenas um sentido: o sentido de Bucsa. 7-6(4), 6-1 foram os parciais finais desta final.

A espanhola de aspecto frágil mas com um sentido táctico incrível sucede, assim, Michaela Honcova como campeã feminina do Porto Open, competição que distribui 25 mil dólares em prémios monetários. Este é, também, o mais importante título de Cristina Bucsa, que já havia sido feliz em Portugal em 2017, quando, em Santarém, arrecadou o único troféu do circuito internacional da carreira ($15.000). Iremos, com certeza, voltar a vê-la jogar em Portugal, uma espécie de país-talismã para a espanhola!

PORTO OPEN – Campeonatos Internacionais de Portugala prova internacional da cidade do Porto, inscrita na ITF (International Tennis Federation) pela Associação de Ténis do Porto, que organiza no Clube de Ténis do Porto, em parceria com da Porto Lazer, em e com o especial apoio do Município do Porto.
Contacto: 225 028 506
4050-227 - Porto
Rua Damião de Góis 405